Publicado por: sadeckgeo | fevereiro 8, 2011

InfoGIS Software

Nos últimos dias tenho recebido uma grande quantidade de perguntas sobre softwares de SIG livre e as suas principais características. Por isso resolvi criar a tabela à baixo para poder dar o mínimo de noção sobre esses aplicativos.

Aplicativo SIG
Critérios de Avaliação
Tipo de Dado
Foco do aplicativo
Plataforma
Modulo / Plugin
Vetor
Matriz
Win
Lin
Mac
Linguagem
SPRING
x
x
Analise Espacial, PDI, MNT
x
x
C++
Sim / Não
TerraView
x
x
Analise Espacial e PDI
x
x
C++, TerraLIB
Sim / Sim
GRASS
x
x
PDI, Analise espacial e Modelagem
x
x
x
C, Python
Sim / ?
QGIS
x
x
Visualização
x
x
x
C++, Python
Sim / Sim
UDig
x
(x)
Visualização
x
x
x
Java
Sim / Sim
gvSIG
x
x
Substituir o ArcView
x
x
x
Java
Sim / Sim
KOSMO
x
(x)
Edição Vetorial
x
x
Java
Sim / Sim
SAGA
x
x
Analise Espacial e Modelagem
x
x
C++
Sim / Sim
ILWIS
x
x
Analise Espacial
x
C
Não / Não
MapWindow GIS
x
x
Sistemas de Suporte à Decisão
x
C++, C#, VB.NET
Sim / Sim
OpenJUMP
x
(x)
Edição e Analise
x
x
(x)
Java
Sim / Sim
Thuban
x
(x)
Visualização
x
x
x
Python
Sim / Sim
Fmaps
x
x
SIG e SR para Linux
x
Perl, Php, Python
Sim / ?
OrbisGIS
x
(x)
Modelagem e Analise Espacial
x
x
Java
? / Sim
Kalypso
x
x
Simulaçăo hidráulica e hidrológica
x
?
Java
Sim / Não
mezoGIS
x
?
Analise Espacial e Consulta
x
x
Python
Não / Sim
MultiSpec
?
x
PDI
x
x
C++
Não / Não
SavGIS
x
x
Analise Espacial e Cartografia
x
C++
Sim / Não
Interimage
x
x
Classificação Orientada a Objeto
x
(x)
C++, TerraLIB
Não / Sim
S.A.G.A
x
Análise Ambiental
x
Delphi (Pascal)
Sim / Não
RAT
x
Imagens de RADAR
x
 x  x
IDL
Não / Sim
Opticks  x
x
PDI
x
 x
C++
Não / Sim

Olhando rápido a tabela vejo alguns aplicativos com pretensões altas, como é o caso do gvSIG, InterIMAGE e do TerraView, pois esses três software se colocam no mercado para suprir a necessidade de outros softwares que teriam licensas de valor muito alto para o usuário comum ou que são muito burocráticos.

O gvSIG escancaradamente veio para substituir o ArcView, o InterIMAGE quer ser ou já é um forte concorrente do eCognition e o TerraView está seguindo um caminho que possivelmente desbancará o SPRING. O que acredito ser mais legal é que dois desses softwares tem em suas raízes a TerraLIB.

Outro ponto que não se pode deixar de observar é a objetividade de softwares como o Kalypso e o MultSpec, que não têm se proposto a abranger uma infinidade de aplicações, pelo menos ainda!

Se você tiver outros aplicativos, considerações sobre a tabela ou outras características que deseja saber, entre em contato pelos comentários que tentamos atualizar a tabela.

Links relacionados:

Classificação Orientada a Objeto (considerações)

Definiens Developer

SPRING 5.1.7 Portable

TerraView 3.6 Portable.

Video aulas gvSIG

Anúncios

Responses

  1. Sadeck, mais uma iniciativa digna de elogios.
    Apenas uma observação. O site do Kosmo não é mais o que você colocou no link. Agora a página oficial funciona em: http://www.opengis.es/
    Um Abraço e parabéns pela postagem!

    Curtir

    • Ok Anderson,

      Já está alterado. Qualquer outra colaboração para acrescentar pode mandar.

      Obrigado!

      Curtir

  2. Sadeck, Parabéns pela lista. Nos poupa um tempo enorme quando temos que explicar tantos softs. Sugiro a inclusão do SAGA (http://www.lageop.ufrj.br/), imbatível para análise espacial: simples, leve, eficiente e didático. Fiquei surpreso.

    Curtir

    • Caro Assis,

      Já estou em contato com o pessoal da UFRJ para obter mais informações sobre o S.A.G.A, assim que estiver com elas atualizo a tabela.

      Muito obrigado!

      Curtir

  3. Ótimo post, meus parabéns!
    Quando era mais envolvido com a faculdade, principalmente com os “calouros”, eles falavam que os softwares livres de geo possuíam uma interface não muito amigável, o que os deixavam um pouco perdidos. Lembro que quando era bolsista no lab de geo, tentei substituir o Arcgis pelo SPRING, nossa senhora, fui crucificado e criticado demais. rsrsrs,. Faz parte!

    Um abraço e até mais.

    Curtir

    • Olá Rafael,

      Realmente é assim com o SPRING em todo lugar, mas ele ainda continua sendo um dos softwares mais apropriados para quem está começando no geoprocessamento justamente pela sua burocracia, que nos impulsiona a estudar os detalhes teóricos da técnica.
      Acredito que com essa abertura do código ele tenha, em brave, menos restrições de uso.

      Obrigado por compartilhar conosco suas experiências.

      Um abraço

      Curtir

  4. Ótimo post Sadeck!!! Parabéns!!!

    Aproveito para sugerir a elaboração de mais tutoriais sobre funcionalidades do ERDAS.

    Abraço.

    Curtir

    • Como vão as coisas ai pelo INPE Marcus?

      Então, o ERDAS não tem tido muito espaço aqui no blog, mas prometo ampliar as postagens para ele.

      Obrigado pelo comentário!

      Abraço

      Curtir

      • Olá Sadeck. Desculpe a demora em lhe responder. As coisas aqui no INPE vão bem! Estou numa correria só para fechar o mestrado (faz parte!). Se um dia vier ao INPE de São José dos Campos-SP me procura na sala 13 do SERE I para “jogarmos conversa fora” (hahaha…). A sua iniciativa de divulgar mais os softwares livres é louvável. Incentiva bastante os iniciantes (comigo também foi assim) e até mesmo os usuários de SIG mais experientes. Agora, o que tem me expantado ultimamente é como as grandes empresas desenvolvedoras têm colocado seus aplicativos para interagir. O PCI-10 interagi com o ArcGIS10. O ENVI 4.8 também com o ArcGIS 10 e parece que até o eCognition 8 (sucessor do Definiens 7.0) com o ERDAS. Espero que um dia os livres também façam isso. Sei que é um pouco mais complicado. Contudo, tenho esperança. Abraço.

        Curtir

      • Pô Marcus,
        Ano passado estive ai no INPE SJC por 3 vezes, na ultima passei 15 dias ajudando a ministrar o curso de monitoramento de florestas para a FAO, se soubesse que você estava por ai tinha ido bater um papo.
        Realmente, as grandes do mercado estão interagindo, o mais interessante é que a maioria dos softwares tem conversado com o ArcGIS, ele tem sido o centro das articulações… O que me deixaria mais surpreso ainda era se o ArcGIS começasse a conversar com os livres… Já pensou uma interação gvSIG – ArcGIS!? (rs)
        Um abraço.

        Curtir

  5. Parabéns pela postagem. Muito prática, aplicativa e exclarecedora! Posso perceber limitações e possibilidades do soft que estou usando. Contudo, podemos observar que apesar de vários terem as mesma aplicação, possuem pouca ou nenhuma interoperabilidade de partilha eficiente de informação entre estes vários sistemas, aliada a uma pouca possibilidade de comunicação entre diferentes sistemas.

    Curtir

  6. Conselho de Ana Clara M. Moura, da UFMG: para produzir/vender um SIG, comece com software livre até mostrar algum resultado. Depois, se for o caso, você compra uma licença. Começar exigindo 5 mil do cliente para essa compra é difícil. Imagina convencer, p. ex., um prefeito de cidade pequena!

    Curtir

  7. Olá Sadeck…
    Post digno de elogios. Muito bom e didático pra caramba. Só tenho uma dúvida quanto ao foco de alguns programas. Por favor, corrija se eu estiver errado, ok?
    Terraview: análise espacial?
    Grass: só PDI?
    QGIS: só visualização?
    Spring: e o sensoriamento remoto?

    Ah, deixe-me corroborar a colocação do Assis Araújo sobre o SAGA/UFRJ. Em se tratando de análise geográfica, o software é mesmo muito bom.

    Curtir

    • Caro Esdras,
      Obrigado pelo comentário.
      O foco significa uso principal. Todas as informações foram extraídas de documentação dos softwares. Logo apesar de achar que alguns desses focos são minimistas, não posso ignorar a documentação.

      TerraView: Além de ser um aplicativo de teste da TerraLIB tem se mostrado de largo uso para analises espaciais. Um exemplo disso é o curso do MCidades.

      Grass: Esse aplicativo tem muito mais do que somente PDI, Acredito ter errado na criação do HTML na hora de inserir suas funcionalidades. Obrigado!

      QGIS: No seu kernel principal, sim, apesar de ter outras funções (edição, analise e outras) que não são seu foco.

      SPRING: Não sei o que você quis dizer com Sensoriamento remoto, mas do sensoriamento remoto o software faz muito bem o PDI.

      O mais interessante do SAGA UFRJ é que ele é um bom software, mas ninguém fala dele. Como disse ao Tiago, vou tentar olhar para o SAGA com mais carinho e tentar falar um pouco mais sobre ele.

      Obrigado pelo comentário pertinente.
      Um abraço.

      Curtir

      • Bom dia. Sou iniciante na área, sou geomensor ha mais de 20 anos mas iniciante em SIG ou GIS. Atualmente utilizo dois softwares. O Kosmo e o Erdas Imagine. Nunca experimentei o GVsig. Ele é realmente bom? Qual sua opinião. Estou também buscando uma alternativa a altura do Erdas Imagine. O que voce sugere? Qual sua opinião sobre o Opticks?

        Curtir

  8. Olá Francisco,

    Eu particularmente não uso o gvSIG, mas ele é muito bom em sua proposta. Eu tenho usado muito os aplicativos do INPE (TerraView, TerraAmazon, SPRING e InterIMAGE) e eles tem me dado respostas muito boas, no mesmo patamar dos softwares proprietários (ENVI, ERDAS, eCognition e ArcGIS).
    Usei o Opticks somente para testes… Ele me parece um software bastante promissor e com aplicabilidades de PDI muito boas, mas ainda não posso defini-lo.

    Espero ter ajudado.

    Um abraço.

    Curtir

  9. Boa tarde Sadeck. Obrigado pelas suas informações. Porém ainda continuo com meu problema. Ja tentei utilizar o Spring, e não se porque ja me acostumei com o sistema do Arc Gis e Kosmo, senti muita dificuldade com ele. Também me dei bem com o Erdas Imagine. O que voce me recomedaria?

    Curtir


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: