Publicado por: sadeckgeo | outubro 8, 2009

Pré-sal, copa e olimpíadas.

PCO

É nesse contexto que vamos poder ver o slogan do blog (Geotecnologias, isso em primeiro lugar, serve para planejar) sendo posto em prática, pois como disse o Eduardo do GeoDrops “O setor de geotecnologia tem tudo para ser alavancado…”

Segundo o Presidente da Abdib, somente o pré-sal deve movimentar cerca de US$440 bilhões em desenvolvimento de tecnologia, mão-de-obra e outros setores de atividade econômica. Espera-se que com esse volume de trabalho nas áreas de infra-estruturar, turismo e etc. o mercado de venda de imagens de satélite, fotografias aéreas, licenças de softwares, Levantamentos topográficos, produtos e serviços na área de Geo, cresça espantosamente.

Levando em consideração o estudo encomendado pelo Governo Federal, 120 mil empregos diretos e indiretos serão criados anualmente durante a fase de preparativos e realização dos eventos esportivos e 130 mil anuais posteriores a eles. O que eu queria saber era quantos desses serão para a área de Geotecnologias? Ou se as empresas estão preparadas ou se preparando para isso?

Pelo que tenho visto nos últimos congressos e encontros temos tido muitos bons trabalhos na área de petróleo e gás, infra-estrutura urbana como nos casos de transporte, turismo e saneamento. Áreas essas que tem uma ótima gestão partindo para projetos em CAD e SIG.

Espero que o Brasil desponte não somente como um usuário das tecnologias de fora, mas que os projetos que vinham sendo desenvolvidos, por exemplo, os sensores SAR para a Amazônia, tenham prosseguimento e possam ter tecnologia desenvolvida no País, assim como novos projetos de sensores e softwares possam ser desenvolvidos nesse embalo.

Bem, vamos aguardar para ver o que ocorrerá. Enquanto isso, deixe seu comentário de como você vê esse período para a área de geotecnologias.

Um abraço.


Responses

  1. Bem sadeck otimo post, e atual o assunto!
    Pra mim o pre-sal e o que tem menos potencial “talvez”, para o geo, no entanto, a copa com certeza, necessitará de profissionais capacitados em geo! Tanto para administrar etapas de processos, assim como para estruturação das cidades sedes… O geo trata-se de um processo da fase de planejamento, acompanhamento do desemvolvimento ate o processo de conclusão, possibilitando uma melhor clareza nas suas execuções!

    Além de produtos (ferramentas) de informações, como por exemplo: webmappings, servidores de mapas, SIGs, WebSIG e etc…

    O mesmo será para as olímpiadas…

    Um braço e vamo aguardar

    lemostarcisio.wordpress.com

    by Tarcisio Lemos

    Curtir

  2. Acho que o mercado de Geotecnologias só tem a crescer no Brasil. A muito fazer nesse vasto território e espero eu que o Governo e o setor privado continue investindo no uso e desenvolvimento de tecnologias próprias. O setor petrolífero vai aquecer ainda mais esse mercado.

    Não vejo com bons olhos as Olimpíadas porque vejo rios de dinheiro que vão ser gastos pontualmente em detrimento de todo um território que ainda carece de infra-estrutura e de condições de ensino de qualidade.

    Enfim opinião minha, e como nem estou ai no Brasil para sentir o clima econômico atual, não posso ir longe nas minhas conclusões. Falo com a visão de quem está de fora.

    Uma coisa é certa, as Geotecnologias vão desempenhar uma papel importante no crescimento do economico do país.

    Curtir

  3. Felizmente, os tempos de pensamento subalterno ficaram na História. Eu tenho grande expectativa para esses grandes eventos que serão sediados aqui no Brasil e, ao mesmo tempo, estou na torcida pelo sucesso da melhor empresa do Brasil nessa descoberta do Pré-sal. Vamos aguardar para descobrir se sobra uma fatia para o mercado de Geotecnologias, pois o mesmo está em plena ascensão.

    Curtir

  4. Ah! Sadeck ou Luís? Qual vc prefere?
    Bem, pré-sal, copa e olímpiadas tem me deixado muitíssimo confusa.
    O Brasil tem potencial ,um grande potencial, isso é certo. Mas a questão é se ele será aproveitado. Precisamos que seja, mas isso não significa que será. Por exemplo, quem tá financiando isso tudo? O Brasil ou os países desenvolvidos? Quer dizer o dinheiro pra isso tudo é interno ou externo em sua maioria? Por que se for pra acontecer que nem da última vez, ficarmos cheios de dívidas e correr o risco de ter um monte de obras paradas, não acho legal não. E os desvios de verbas? A falta de mão de obra qualificada?
    Sei lá, não parece interessante para os que estão no poder investir em tecnologias que não estejam relacionadas com ”boi e soja”. Entende? A maioria das empresas estão relacionadas com essa área e parece não se importam muito com outros tipos de desenvolvimento, mesmo que estes sejam melhores pro país, quem gera superavts hoje são os commodities…
    Abraço

    Curtir


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: