Publicado por: osvaldojrp | novembro 20, 2012

Calibração radiométrica de imagens Landsat no ArcGis 10.1

Olá amigos do Blog!

Acompanhando as postagens e comentários por aqui tenho percebido a grande necessidade dos usuários por ferramentas de calibração radiométrica de imagens orbitais. A alguns meses eu havia postado um Script para executar essa tarefa, porém, tal função não se aplica as versões 10 e 10.1 do SIG ArcGis. Sendo assim espero que este novo tutorial ajude os usuários a executar a calibração de imagens de forma mais simples e automatizada. Tomei como base imagens do satélite Landsat 7 (sensor ETM+). Qualquer dúvida postem nos comentários.

About these ads

Responses

  1. Saudade da atividade deste blog. Ele andava meio parado, mas sempre continuo sendo uma fonte de consulta.

    Obrigao Sadeck!!

    Curtir

  2. [...] Calibração radiométrica de imagens Landsat no #ArcGis 10.1 http://t.co/uldaalV2…  [...]

    Curtir

  3. Olá gostaria de saber como posso utilizando o ArcGis 9.3 transformar shape (ou raster) num arquivo binário pois preciso utilizar este no software GRADIS.

    Att

    Mauricio.

    Curtir

  4. Olá, quando vou realizar a correção (1º Passo, Radiância) atm por meio do toolbox, é relatado o seguinte erro:

    ERROR 000576: Script associated with this tool does not exist.
    Failed to execute (Radiancia).
    Failed at Mon Mar 25 00:23:22 2013 (Elapsed Time: 0,00 seconds).

    Curtir

  5. Resolvido problema do comentário anterior.

    Curtir

    • Raphael, compartilhe a solução do seu problema!

      Curtir

  6. Parabéns pelo tutorial, muito útil!

    Na minha versão (10.1) não aparece a aba “functions” na janela de propriedades. É preciso baixar alguma extensão? Instalei a “normalização de imagens Landsat”, funciona de forma semelhante?

    Grato!!

    Curtir

    • Maurílio.
      Existe uma opção que pode ser aplicada pela interface Image Analysis.
      Vá na bassa superior do ArcGis em Windows e abra a aba Image Analysis. Escolha a banda que quer calibrar e clique no símbolo da função.

      Curtir

  7. Olá! Ótimas dicas! Porém estou com uma dificuldade,,, Quando adiciono o arquivo txt dos metadados, o arcgis o abre como um arquivo de texto normal… O programa não está conseguindo abrir ele como o MTL que contém info sobre as bandas etc… Tem solução? Estou usando o arcgis 10.1

    Obrigado!

    Curtir

  8. Olá Bruno. Algumas cenas, sobretudo do Landsat 5, não tem o arquivo MTL mas isso não impede de operar a ferramenta de calibração. Mas nesse caso deve-se adicionar banda por banda e corrigi-las. Sempre que possível ao baixar as imagens Landsat utilize com o nível de processamento L1G que já são georreferenciadas, ortorretificadas (L1Gt), registradas e registrada os sistema de projeção WGS 84. Tais cenas terão o arquivo MTL.

    Curtir

    • Obrigado pela resposta Osvaldo. Já estou usando imagens do Landsat 8, que possuem o arquivo MTL. Mas pelo que consegui encontrar na internet, o suporte nativo ao MTL do landsat 8 só chegará ao arcgis na próxima versão, a 10.2. Até lá todo o ajuste radiométrico deve ser feito manualmente, inserindo-se todos os valores relativos a altura do satélite, do sol, etc.

      Curtir

  9. Raphael, compartilhe a solução de seu problema, ele pode ser o problema de outros também!

    Curtir

  10. Olá Sadeck
    Voce tem algum material ou tutorial sobre construção de biblioteca espectral?

    Abraços

    Curtir

  11. Estou com a versão 10.2 do ArcGis e mesmo assim não consigo abrir o arquivo MTL. O que devo fazer?

    Curtir

  12. Também estou usando a versão 10.2 e o arquivo mtl nao abre, aparece a msg Invalid raster dataset. Estou fazendo o procedimento do tutorial do P. Digital ArcGIS: Rescale em Batch, Composição Colorida RGB e Fusão de Imagens Landsat-8; mas acredito que tenho que corrigir antes, certo? Meu mapa será pra uso e ocupação do solo. Grato

    Curtir

  13. Depois, “fazer a divisao dos valores por 255″ quer dizer bx/255, ou qual é a fórmula aritmética?. Obrigado.

    Curtir

    • Ana,

      Isso é só um reescalonamento, pois seus dados, após a correção, serão apresentados 0 a 255 normalmente, mas alguns estudo precisam dos dados em números reais. Caso o seu estudo necessite dos valores de reflectância aparente ai você deve escolher a opção 32 Bits Unsigned se não, não precisa fazer isso.

      Até mais!

      Curtir


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 2.240 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: